Gerdau conclui aquisição de participação na Newave para acelerar transição energética

A Gerdau (GGBR4) anunciou a conclusão da aquisição de participação na Newave Energia, por meio da Gerdau Next, em uma operação que visa acelerar a transição energética do país. De acordo com o fato relevante encaminhado ao mercado, a transação envolve a subscrição de participação societária no capital social da Newave Energia pela Gerdau Next e pelo NW Capital, nas proporções de 33,33% e 66,67%, respectivamente.

Além disso, a Gerdau Next adquiriu 30% da energia gerada pelos projetos de geração de energia detidos direta ou indiretamente pela Newave e suas controladas, em regime de autoprodução. Nesta primeira fase da operação, a Gerdau Next subscreveu R$ 500 milhões, que deverão ser integralizados no prazo de até 18 meses, conforme chamadas de capital e desde que atendidas as condições relativas aos aportes de capital acordadas com a Newave.

O investimento total da Gerdau Next na Newave é de até R$ 1,5 bilhão, dividido em duas fases. Na primeira fase, a Gerdau Next subscreveu R$ 500 milhões, que deverão ser integralizados ao longo de 2023, durante a primeira fase. Na segunda fase, a Gerdau Next vai aportar até R$ 1 bilhão, desde que atinja determinadas metas.

A Newave Energia é uma empresa que atua desde a geração de energia limpa até a sua comercialização, e tem como objetivo fomentar o poder de escolha por uma energia renovável, competitiva e sem burocracia. A operação com a Gerdau e NW Capital representa um passo significativo para a aceleração da transição energética do país, além de trazer benefícios para a sustentabilidade e para a economia nacional.

“A Newave é uma empresa que nasceu com o propósito de acelerar a transição energética do país, e a Gerdau tem o compromisso de investir em soluções que contribuam para um futuro mais sustentável. Estamos animados com essa parceria e acreditamos que ela trará muitos benefícios para o país e para o meio ambiente”, disse Gustavo Werneck, CEO da Gerdau.

Share:

Outras Notícias
Desconstruir o anafalfabetismo começa no canteiro de obras

Desconstruir o anafalfabetismo começa no canteiro de obras

Apesar dos avanços, ainda existem mais de 13 mil trabalhadores da construção que merecem atenção para equacionar essa triste realidade A construção civil foi historicamente o destino que o mercado de trabalho reservava a boa parte da população de baixa escolaridade —...

read more
Matcons: gargalos e oportunidades para observar em 2023

Matcons: gargalos e oportunidades para observar em 2023

Milhões de empregos são gerados pelo mercado da construção civil todo ano O ramo da construção civil é responsável por milhões de empregos diretos e indiretos, movimentando toda a economia nacional à medida que injeta dinheiro através da venda de materiais,...

read more